Assessor da Gaviões acusa estudante de jornalismo da Uninove de injuriá-lo e difamá-lo

O assessor de imprensa da Gaviões da Fiel, Eduardo Amarantes Ferreira, fez em setembro um Boletim de Ocorrência na 78ª DP, do Jardins, em São Paulo, contra o estudante de jornalismo e autor do Blog do Paulinho, Paulo César de Andrade Prado.

Ferreira acusa Paulinho de injúria e difamação por causa de matérias como “Bandidos organizados invadem sede da D+TV“, na qual o estudante conta um suposto ato de vandalismo e ameaça de agressão a Carla Dualib, neta do ex-presidente do Corinthians Alberto Dualib, depois de falar, em um programa, informações reveladoras sobre o time.

Paulinho escreve sobre futebol e quase sempre faz denúncias sobre o Corinthians. “A imprensa que freqüenta o clube não tem coragem de publicar. A grande maioria deles sabe, mas não publica. Não sei o porquê”, disse o estudante do 2º ano da Uninove.

“Polícia esmurrou a porta do apartamento”, diz Paulinho

Ao entregar uma notificação para que prestasse depoimento na delegacia, segunda-feira (20/10), Prado afirmou que os investigadores tentaram esmurrar a porta de seu apartamento. “Eles perguntaram para o zelador do meu prédio onde eu morava, foram sozinhos. Bateram na porta. Como eu geralmente não atendo porque já fui ameaçado (pelas denúncias que faz no blog), não abri. Eles esmurraram a porta do apartamento. Tem a marca de uma botina aqui”, disse Paulinho. “Chamei a Polícia Militar e eles logo foram embora. Na minha cabeça, não era polícia, era ladrão”, afirmou o estudante.

 

 O jornalista Juca Kfouri, em seu blog, apoiou o estudante, no texto Inútil Intimação.

José Roberto Pedroso, delegado-titular do 78º DP, apresentou, passo-a-passo, a tramitação do inquérito contra Paulinho. Disse que a suposta vítima fez um BO (Boletim de Ocorrência) que, em seguida, se transformou num inquérito. Confirma que segunda-feira a Polícia Civil foi entregar, pessoalmente, a 2ª notificação para Paulinho “prestar depoimento”. Paulinho nega que tenha recebido a primeira intimação. A polícia diz que enviou pelos Correios, mas que não tem comprovante.

O delegado Pedroso nega a tentativa de invasão de domicílio. “Os policiais nem sabiam quem era Paulinho. Foi uma ação legal. Confio nos meus policiais”, disse o delegado. José Roberto Pedroso acrescenta que os investigadores saem do distrito sem ao menos terem conhecimento do caso, nem do porquê da intimação.

Nesta quinta (23/10), o advogado de Paulinho compareceu ao distrito. O estudante de jornalismo vai prestar esclarecimentos ao 78º DP na próxima quinta-feira (30/10).

Eduardo Ferreira

O assessor da Gaviões da Fiel disse que não tem relação com o suposto ato da polícia. “Vocês têm que entrar em contato com a polícia. Não tenho nada a ver com isso”, informou.

 

Sobre as acusações de Paulinho de intimidação de Carla Dualib, Ferreira afirma ter comparecido ao local, mas nega intimidação. “Eu fui lá (D+TV) para conversar com ela (Carla)”, afirmou o assessor da Gaviões.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: